Histórico da coleta e do tratamento de esgoto de Colina

Quanto à rede coletora de esgoto de Colina, esta possui 120 km de extensão e a média de esgoto gerado por pessoa é de 160 litros/habitante/dia.

Nós contamos com 100% de Esgoto tratado, sendo que, 10% são tratados na ETE 1 (através de lagoas de estabilização), localizada na rodovia René Vaz de Almeida, perto da Vila Guarnieri e após o tratamento esta água é lançado ao Córrego Ribeirão das Palmeiras, onde a nascente é na Fazenda do Monte Belo. Os outros 90% de esgoto é destinado para a ETE 2 do Retirinho e após o tratamento é lançado no córrego do Retirinho, sendo a nascente do mesmo na Fazenda Baixadinha, onde este Córrego conta com a preservação da mata ciliar.

Estação de tratamento de esgoto do córrego retirinho:

A Estação de Tratamento de Esgoto – ETE do Retirinho entrou em funcionamento no dia 02 de Setembro de 2009, com uma vazão média de 42,4 l/s ou 152,64 m3/h.

O esgoto chega até a ETE através de 2 km de emissários que foram construídos. O emissário é um canal que conduz 90% do esgoto bruto produzido na cidade até o sistema, onde passa por tratamento antes de ser lançado no meio ambiente.

O Tratamento do Esgoto inicia-se na Calha Parshall, onde as grades metálicas retém a parte sólida do esgoto que será aterrada no aterro sanitário. Essa Calha possui duas saídas que servem para decantar, ou seja, reter o material pesado. A vazão da água, que passa pela calha, também pode ser conhecida a qualquer instante.

Depois de passar pela Calha Parshall o esgoto é lançado primeiramente na Lagoa Anaeróbia (menor), mais profunda e que possui lâmina de água com altitude de 4 metros. O esgoto fica retido nessa lagoa, onde proliferam bactérias que não precisam da presença de luz e nem de oxigênio, por 5 dias antes de ser lançado na Lagoa Facultativa (maior), com espelho de água de 30 mil m2 e altura de 2 metros. Nessa Lagoa, que é mais rasa porque as bactérias precisam da presença de luz e do oxigênio, o tratamento dura 15 dias.

Após passar por todo o sistema, o esgoto tratado é lançado no Córrego do Retirinho através de dissipador, em forma de escada, para provocar a oxigenação da água liberada da estação. O desnível acentuado provoca a oxigenação da água em volume suficiente para fazer o tratamento final. O córrego irá diluir toda a carga orgânica do esgoto que foi tratado com eficiência mínima de 80%. Os 20% restantes, que a lagoa não vai tratar, o córrego tem que ter vazão suficiente para fazer esse complemento do tratamento.

As Lagoas Foram Impermeabilizadas com uma Manta de Gel Membrana Sintética. O local possui cerca de 6 alqueires, o equivalente a 121 mil m2 e a área onde estão às lagoas possui cerca de 35 mil m2. Observo que a ETE do Nosso Teto e Vila Guarnieri também funciona do mesmo processo que a ETE do Retirinho em proporções menores.

Aqui foi efetuado um resumo das atividades do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Colina - SAAEC, órgão responsável pela captação, tratamento e distribuição da água e coleta e tratamento do Esgoto do Município de Colina. Este resumo foi elaborado e revisado pela Química responsável do SAAEC, Renata Paro.


  • Construção ETE2 – Fazenda Retirinho

  • ETE2 fase de implantação

Sua opinião é muito importante para nós.
Este é o canal entre você e o SAAEC.
35 anos prestando serviços de saneamento com qualidade e eficiência.
Faltou água ou precisa de reparos? Ligue: (17) 3341-4993
Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Colina. ©2017 - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido pela Williarts Internet